Header Ads

Breaking News
recent

Bebê é declarado morto por 25 minutos, volta a respirar, e celebra o primeiro aniversário

O pequeno Shayne, com um mês de vida Foto: Reprodução / Mail Online

Para os pais do pequeno Shayne Welsh, poder celebrar o primeiro ano de vida dele é quase um milagre. Segundo o site “Mail Online”, o menino foi declarado morto pelos médicos no primeiro dia de vida, na incubadora, durante 25 minutos. O bebê havia parado de respirar, mesmo com a ajuda do aparelho.

As enfermeiras do hospital da cidade de Wolverhampton, na Inglaterra, chegaram a informar os pais, Kerry, de 39 anos, e Simon Welsh, de 44, da morte do bebê.
Shayne com a mãe Foto: Reprodução / Mail Online

- As enfermeiras nos disseram que ele tinha morrido, e não havia sinais vitais. Eu pedi que elas continuassem tentando, mas elas me disseram que não tinha mais jeito - contou Kerry.

A britânica tentava engravidar há 18 anos. Ela já havia sofrido seis abortos espontâneos, e deu à luz Shayne bem antes do tempo, com 26 semanas de gestação.

- Nós o seguramos durante 20 minutos, passando de colo em colo, dizendo adeus, pensando que havíamos perdido Shayne para sempre. Os médicos disseram que ainda poderia haver movimentos dentro dele, de gases no corpo, mas ele ainda estava lá, quieto. E não tínhamos ideia de que ele voltaria a respirar - contou a mãe.
Ele precisou ficar na incubadora Foto: Reprodução / Mail Online

Mas quando as enfermeiras preparavam o bebê para ser batizado - um desejo dos pais -, perceberam que o coração ainda batia, e correram com ele de volta para a UTI.

- Eu me virei atordoada, e literalmente deslizei pela parede, em estado de choque - relembrou a mãe.
As enfermeiras também ficaram chocadas, e os médicos garantiram que nunca haviam se deparado com um caso semelhante. Ainda de acordo com o “Mail Online”, os especialistas do hospital não compreendiam como Shayne conseguiu voltar a respirar, já que os pulmões dele ainda não estavam bem formados, e ele pesava menos de 1 quilo.
Shayne, encantado com o bolo de aniversário Foto: Reprodução / Mail Online

O bebê ainda precisou da ventilação artificial durante oito semanas. Recebeu transfusões de sangue e sobreviveu a sangramentos no cérebro. Só recebeu alta com onze semanas de vida. Isso aconteceu há um ano. E quem olha para Shayne hoje, sequer desconfia do que ele passou quando recém-nascido.

- Se você não contar, as pessoas não sabem o quão prematuro ele era - assegurou Kerry. - Nós lutamos de todas as maneiras, e ele é um lindo bebê agora. Esperamos que isso dê esperança às pessoas com filhos prematuros, que eles podem sobreviver.
Shayne se desenvolveu bem rápido, e é um menino saudável Foto: Reprodução / Mail Online

Tecnologia do Blogger.